NOSSA ABORDAGEM

AS PRIMEIRAS DECISÕES DEFINEM O NEGÓCIO

0-bilhão

vs.

0-milhão

Apesar de os primeiros dias serem os mais difíceis, eles dão o tom para o que vem depois. As decisões tomadas no primeiro ou segundo ano da empresa direcionam onde ela estará no quinto, oitavo ou décimo ano.

 

É por isso que estamos lá: por que as primeiras decisões definem o negócio.

Empreender é uma tarefa solitária. Do começo ao fim da jornada o empreendedor se deparará com esse sentimento. Ter com quem trocar ajuda, mas não é suficiente para tirar a pressão que os empreendedores sentem por cada tomada de decisão.

Ao mesmo tempo, as empresas em estágio inicial parecem horrorosas: não têm produto, clientes, time, dinheiro.. e os empreendedores geralmente ainda têm uma idéia remota do que estão fazendo. Toda startup é uma empresa quebrada lutando para sobreviver. E estar nessa situação é terrível! 

 

O lado bom é que todas as empresas que hoje são bacanas um dia também pareciam ruins (testemunhamos esse fenômeno quinzenalmente nos nossos Q&As) Faltava tudo para elas, mas mesmo assim conseguira "dar um jeito de dar um jeito". O lado ruim é que não há escapatória: no começo, a rotina do empreendedor é praticamente toda dedicada a resolver problemas. Tudo quebra e dá errado o tempo todo!

Por isso acreditamos que nenhuma empresa em estágio inicial pode ser avaliada "tirando uma foto", mas sempre "projetando um filme". 

A combinação do "empreendedor solitário" tocando uma "empresa horrorosa" é perfeita para que decisões sejam tomadas pensando na sobrevivência e não na construção. E esse é um dos maiores perigos da vida de startup: sobreviver no curto prazo, mas matar o negócio a prazo.

Enxergamos que existem duas rotas possíveis para quem está começando: a do "0-Bilhão" e a do "0-Milhão". Apesar de ambas começarem no mesmo ponto, pegar a rota do "0-bilhão" só é possível com os melhores sócios, sejam eles time ou investidores, e com arquitetura / estratégia. 

Não tomar de forma adequada as primeiras decisões invariavelmente joga os empreendedores na rota do "0-Milhão", ou seja, um caminho em que a empresa terá praticamente nenhuma chance de andar rápido e chegar longe.

Fatores críticos para pegar a rota "0-bilhão", ou simplesmente "As Primeiras Decisões que Definem um Negócio":

Ter sócios complementares, concorridos, com histórico de trabalho compartilhado e que começaram com o que conheciam

complementares
concorridos
HISTÓRICO COMPARTILHADO DE TRABALHO
COMEÇARAM COM O QUE CONHECIAM

A EMPRESA SE TORNA AS PESSOAS QUE ELA CONTRATA E CONTRATAR MUITO CEDO MAIS ATRAPALHA DO QUE AJUDA

A EMPRESA SE TORNA AS
PESSOAS QUE ELA CONTRATA
CONTRATAR MUITO CEDO MAIS
ATRAPALHA DO QUE AJUDA

É MAIS FÁCIL FAZER UMA EMPRESA "DIFÍCIL" E POUCA COISA MUITO BEM FEITA

É MAIS FÁCIL FAZER UMA EMPRESA "DIFÍCIL"
DO QUE UMA EMPRESA "FÁCIL"
É MELHOR FAZER POUCA COISA MUITO BEM FEITA
DO QUE MUITA COISA MAIS OU MENOS BEM FEITA

startups e venture capital

FAZEM PARTE DE um jogo de profecia autorrealizável ONDE OS PRIMEIROS SÓCIOS E O PRIMEIRO CONTRATA DÃO O TOM PARA O QUE VEM DEPOIS

STARTUPS E VENTURE CAPITAL FAZEM PARTE DE UM JOGO DE PROFECIA AUTORREALIZÁVEL
OS PRIMEIROS SÓCIOS E O PRIMEIRO CONTRATO
DÃO O TOM PARA O QUE VEM DEPOIS

Conscientizamos e ajudamos os empreendedores a tomarem as primeiras decisões e damos ferramentas para que eles consigam manter-se focados no que importa. 

Identificou-se com a nossa abordagem? Faça parte do Big Bets.