NOSSO JEITÃO

EMPARCEIRAMOS NO DIA1

Uma pessoa e uma idéia. Não tem nada mais energizante do que encontrar empreendedores promissores nesse estágio! É um privilégio poder acompanhá-los no processo de formação do time, desenvolvimento do produto, atração dos primeiros sócios-investidores, entre outros aspectos do começo de vida de uma empresa. Conhecemos novos empreendedores todos os dias sempre em busca daqueles mais especiais, que trazem um misto de visão, talento, determinação, coragem e magnetismo. Todos componentes essenciais para construir uma grande companhia. Quando encontramos, nos apaixonamos! E quando nos apaixonamos, emparceiramos! 

QUANDO VOCÊ "NÃO PODE

NÃO FAZER"

Alguns são céticos em misturar emoção e negócios, nós não. O espírito do "não posso não fazer" é a maior força por trás de toda iniciativa empreendedora. É uma inquietude que nasce da combinação entre razão, a visão clara e estruturada sobre um problema / oportunidade, e emoção, o fato de não conseguir parar de pensar no assunto. É o que move nossos empreendedores para construírem suas empresas e igualmente nos move para construir o Big Bets. A inquietude nos conecta na alma e a partir dela construímos nossas relações de sociedade.

O PODER DAS PRIMEIRAS DECISÕES

Emparceiramos cedo porque sabemos que as primeiras decisões definem um negócio e que os primeiros dias, apesar de serem os mais difíceis, dão o tom para o que vem depois. 

TRABALHAMOS

EM REDE

Temos convicção que tirar os empreendedores da solidão, ao colocá-los em um grupo de pares e mentores, é a melhor forma de criar dinâmica para que se mantenham em um ritmo acelerado. Numa rede, quanto mais você dá, mais você recebe. Por isso aqui todos se ajudam e aprendem juntos.

VELOCIDADE É A ARMA DEFINITIVA

Ritmo é algo muito valorizado por aqui. Velocidade é a melhor arma que empreendedores em estágio inicial têm para sobreviver e, quem sabe, construírem uma companhia relevante. Somos da cultura do "dia sim, dia também", acreditamos que startups não têm tempo a perder e que, nessa fase, não crescer é morrer.

DAMOS A REAL

Talvez por isso valorizamos tanto "dar a real" para os empreendedores. Se tem algo que nos consome é vê-los perdendo tempo trabalhando em cima de feedbacks de alguém que teve medo de falar a verdade e que acaba tirando-os da direção correta. Por isso, sempre "na bola" e da forma mais respeitosa possível, somos diretos e objetivos. Nós esticamos a corda e subimos a barra quando encontramos potencial. Nosso jeitão não é para todos. Infelizmente alguns não lidam bem com nosso estilo. Quem gosta, gosta muito. É para eles que trabalhamos todos os dias.

TIRAR DE ONDE NÃO TEM E POR ONDE NÃO CABE

Já repetimos tantas vezes a expressão "empreendedores" nesse texto que vale dar a nossa definição favorita para o termo: "Empreendedor é aquele que tira de onde não tem e põe onde não cabe". Adoramos quem começa com pouco dinheiro e se concentra em apenas duas coisas: estar perto dos consumidores vendendo e aprendendo com eles; estar dentro de casa construindo o produto. A escassez de recurso é a melhor amiga do foco, da disciplina e da obrigação de fazer escolhas. E dessa forma, fazendo poucas coisas muito bem feitas, ao invés de muitas mais ou menos bem feitas, é que se cria valor de verdade.

SEM PROBLEMA, SEM SOLUÇÃO, 

SEM NEGÓCIO

Até porque não é preciso muito dinheiro para começar uma empresa quando o objetivo é resolver um problema grande e crítico. Consumidores "com o cabelo pegando fogo" estão abertos a soluções "semi-prontas". Para eles não importa muito o método, só importa que o fogo seja apagado. Por isso estimulamos os empreendedores a buscarem o que carinhosamente chamamos de "dor renal". Quanto maior e mais crítico o problema, mais os clientes estarão dispostos em pagar para que ele seja exterminado.

É MAIS FÁCIL

FAZER UMA

EMPRESA "DIFÍCIL"

DO QUE UMA EMPRESA "FÁCIL"

Não só por isso dizemos que é mais fácil fazer uma empresa "difícil" do que uma empresa "fácil". Também por que acreditamos que a única coisa que forma uma empresa é gente. Quanto melhores as pessoas, maiores as chances de sucesso. Dado que as pessoas mais talentosas escolhem, não são escolhidas, e tendem a preferir desafios ambiciosos em lugares que reúnem uma porção de outras pessoas muito boas, é melhor tentar fazer uma empresa "difícil" e criar um campo gravitacional de talentos ao redor dela do que fazer uma empresa "fácil" e cair no ostracismo. É contra intuitivo, mas estamos convencidos que que quanto mais desafiadora a cruzada e quanto mais a empresa for uma missão e não um negócio, maiores as chances de sucesso.

"DAR UM JEITO DE DAR UM JEITO"

Construir uma empresa que fica grande rápido dá muito trabalho, exige muita resiliência e paciência para resolver problemas a todo instante, em todo lugar, sempre. O empreendedor estará o tempo todo sendo desafiado a "dar um jeito de dar um jeito". Esse estado de espírito exige muito do corpo e da cabeça! É preciso estar preparado e ter a leveza de "entrar na chuva para se molhar e achar graça disso", ao contrário a jornada será um pesadelo sem fim.

"DE, PARA, POR" EMPREENDEDORES

Temos consciência que seremos tão bem sucedidos quanto o último ano dos nossos empreendedores e que iremos tão longe quanto eles forem. Humildemente nos consideramos os empreendedores por trás dos empreendedores. Decidimos dedicar os nosso tempo e nossa reputação para construir uma rede que encoraje cada vez mais pessoas a tomarem risco e montarem um negócio e que ao mesmo tempo permita que mais empreendedores construam empresas que cresçam e prosperem. É a forma que encontramos de ajudar a nossa sociedade a prosperar também.

UM PONTO DE ENCONTRO

Nos nossos melhores sonhos, estamos construindo um ponto de encontro entre boa parte das pessoas mais talentosas da nossa geração e entendemos que vamos construir várias coisas legais com essa turma. Daqui a 30 ou 50 anos, seremos milhares espalhados por aí e o que teremos em comum é o DNA de viver "on Big Bets" em nossas células.

NOSSO JEITÃO COMBINA COM O SEU? Faça parte do Big Bets.